dia dos pais

Feliz Dia dos Pais, pra quem?

Hoje, um amigo me mandou uma mensagem: “sério, cara, eu queria ter um pai como todo mundo, mas não tenho. Eu acho que se eu tivesse um pai eu não iria passar o que eu já passei. Deve ser muito legal você ter um pai ao lado, brincando, jogando bola, e muitas outras coisas. Deve…

Continue Lendo

maioridade
1

Garantia de direitos não é a cadeia

Contrapontos à redução da maioridade penal Algumas considerações importantes antes da próxima história O presidente da câmara dos deputados, Eduardo Cunha, anunciou em suas redes sociais, no dia 31 de maio, que a “próxima polêmica” a ser votada no Congresso será a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 171/1993) que prevê a redução da maioridade penal…

Continue Lendo

Brasil

O jardim sem flor

Outro olhar sobre a favela O sol quente da cidade carioca estava a pico, o calor fazia com que os moradores do Jardim Gramacho, Duque de Caxias (RJ), saíssem de seus barracos e se acomodassem em suas cadeiras na calçada. O funk que tocava num bar improvisado de madeirite e lona ecoava pela rua instigando…

Continue Lendo

Foto: Gustavo de Lima
6

Outro olhar sobre a favela

Histórias do Jardim Gramacho e do Complexo do Alemão Antes, algumas palavras A violência rotineira nas favelas brasileiras parece não caber no nosso dia a dia. Na verdade, são limitadas aos jornais. O problema são as divergências entre as informações publicadas na mídia e as histórias dos moradores. Aquilo que assistimos e lemos, em grande…

Continue Lendo

lucia
10

A senhora da mansão de papelão – Parte II

Conheci a Lúcia numa madrugada na Rua da Bahia, em BH. No final da nossa rápida conversa ela disse: “depois passa lá na mansão pra tomarmos um café imaginário”. Naquele momento ela me cativou. Primeiro, por me convidar para tomar um café, mesmo que imaginário (dificilmente eu nego um café).  Segundo, porque algo me dizia…

Continue Lendo

esquecer_dor_600
10

Uma bebida para esquecer a dor

Numa pequena praça em Ponta Negra, Natal, converso com um grupo de alcoólatras. Homens e mulheres com a face golpeada pelo álcool. Senhores e senhoras com a “alegria e sensibilidade” que só a cachaça oferece quando a dor tenta sobressair à vida. Como um antídoto que afaga, um meio que os tira da realidade cruel…

Continue Lendo

kombi
9

O caminho é o amor

Saímos cedo a caminho de dois abrigos que cuidam de meninas vítimas de exploração sexual. Estava ansioso, a expectativa de conhecer os projetos, ouvir as histórias e, acima de tudo, o simples fato de estar ali, foi suficiente para me fazer dormir pouco e ser recompensado pelo nascer do sol nordestino que apazigua a alma….

Continue Lendo

Rosa
4

Por que ainda “queimam” as mulheres?

Hoje é um dia que traz à memória lutas constantes por direitos e valores. Uma data que cheira carne queimada mas, ao mesmo tempo, fala da garra de mulheres que, com sua resistência, fizeram ecoar um grito por justiça. Mesmo diante de um sacrifício como este, ainda vivemos dias em que a violência à mulher…

Continue Lendo

A senhora da mansão de papelão
86

A senhora da mansão de papelão

Na esquina da Rua Espírito Santo com a Avenida Álvares Cabral em Belo Horizonte mora Lúcia Matta Machado. Sua idade ela prefere omitir: “é o charme de toda mulher”, diz. Ela vive no bairro Funcionários, segundo metro quadrado mais rico da cidade. Sua casa se difere de todas as outras, e não é pelo tamanho…

Continue Lendo

tempo_600
4

Vida e morte num instante

É difícil entender alguns enlaces da vida, ela parece se amarrar de maneira que nos deixa atônitos. O tempo passa e, cada dia, é um dia a menos. Exigi-se de nós destreza para que saibamos contar nossos dias, a fim de que não sejamos tolos em nossas escolhas. Sempre levando em conta que nosso mundo…

Continue Lendo

1 2 3 4